Blog & Notícias

As Leis Morais

As Leis Morais

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A liberdade de ação que a Doutrina Espírita permite, é uma forma de educar o espírito para o destino de evolução estabelecido pelas Leis Divinas. O livre arbítrio que nos acompanha desde a individualização espiritual, constitui o início de um longo caminho de aprendizado moral. Visto sermos herdeiros de nós mesmos, devemos pensar nas nossas ações, pois, o resultado delas é o fruto que um dia colheremos.

A simplicidade deste mecanismo prova mais uma vez a grande sabedoria de Deus, que estabelece suas leis de forma clara a fim de que todos possam compreendê-las. Mas, o homem não entende, ou não se esforça para entender a justiça Divina. Como resultado desta postura, temos o nosso mundo habitado por uma maioria de espíritos em débito com as contas divinas. E, mais uma vez o contexto de vida com que nos defrontamos é a resultante da nossa postura frente à própria vida, muitas vezes vivenciando culpas e resgates dolorosos.

Lembramos que a pedra basilar do Espiritismo é o Livro dos Espíritos, o primeiro da codificação que Kardec estruturou de forma tão grandiosa. A disposição didática que encontramos nesta publicação é exatamente para facilitar a compreensão dos ensinamentos dos espíritos que traduzem as Leis Divinas.

O Livro dos Espíritos está dividido em quatro partes, abordando assuntos como: As Causas Primárias – Mundo Espírita ou dos Espíritos – As Leis Morais – Esperanças e Consolações. Especificamente, abordaremos aqui o livro terceiro que trata das Leis Morais. As orientações contidas nesta parte do livro são um roteiro seguro para o procedimento humano. Kardec não se preocupou apenas em transmitir conhecimentos a respeito da Natureza e do Mundo que nos envolve.

Aprofundou-se nas questões morais, sabendo da necessidade que temos de melhorar nossos pensamentos e atitudes. O caminho do aprendizado moral é árduo porque o homem tem de lutar ao mesmo tempo contra a sua natureza íntima ainda imperfeita e aprender a conviver com os recursos naturais imprescindíveis à própria vida.

A maioria das pessoas quer e fala de liberdade, seja de forma individual ou coletiva. Mas, o estado de liberdade implica em assumir responsabilidades, o que nem sempre é entendido. Quando o ser humano se depara com certas limitações que lhe tolhem desejos ou anseios, isto muitas vezes é conseqüência das Leis Divinas que o impedem de cometer ações que seriam motivo de comprometimento para o seu evoluir.

A liberdade que detemos é proporcional ao nosso grau de evolução e isto traduz a bondade e sabedoria do Pai, que através de suas leis nos impõe restrições para que não venhamos a sofrer em demasia, pois, no estágio que nos encontramos atualmente, pensamos primeiro em liberdade e só mais tarde nos lembramos da responsabilidade. Mas, sabemos que não pode haver liberdade sem responsabilidade... Sempre que praticamos um ato, estamos inscritos na lei de causa e efeito e isto quer dizer assumir a responsabilidade da própria ação. Evoluir é tarefa difícil e demorada, dependendo de fatores como: aprimoramento da consciência, compreensão da lei de causa e efeito, vontade própria e outros mais. Kardec teve a capacidade de analisar estas circunstâncias e ofereceu à humanidade um código de preceitos embasados nas necessidades do próprio existir.

As Leis Morais apresentadas no Livro dos Espíritos, são um poderoso auxiliar na conquista deste objetivo superior. As Leis Morais Atualmente, com o homem em estado de avançada tecnologia, é muito deprimente verificar que muitas das ações praticadas não dignificam o comportamento humano. Necessário, portanto, que as Leis Morais sejam lembradas e respeitadas, ajudando as criaturas a repensar os próprios atos.

Para que possamos evoluir e nos preparar na direção das esferas mais elevadas, é imprescindível a moralização do comportamento humano, a fim de que o futuro não fique comprometido e lutas dolorosas não aconteçam.

O estudo das Leis Morais, é um poderoso auxiliar, ajudando-nos a compreender a maneira mais sadia de atuar no palco da vida, onde todos nos encontramos em busca da melhoria espiritual. Mais uma vez, o nosso agradecimento ao trabalho humanitário de Kardec, que através de uma dedicação impar nos legou a Codificação, onde podemos encontrar os melhores conselhos e advertências no sentido de nos poupar de sofrimentos.

Ana Gaspar

Nossas Atividades

Nosso Atendimento Fraterno

Nosso Atendimento Fraterno

Entendendo o que é o Atendimento Fraterno O Atendimento Fraterno na casa espírita é um trabalho estr...

Nossas Doutrinárias

Nossas Doutrinárias

O que São Doutrinárias em uma Casa Espírita As palestras públicas, mais...

Grupos de Estudos

Grupos de Estudos

É com grande satisfação que o Centro Espírita Porto da Paz, apresenta os grupos de estudos que temos...

Nossos Projetos Sociais

Nossos Projetos Sociais

O Projeto Social se divide em: Programa de Atendimento Básico e Emergencial, Programa de Promoção So...

Espiritismo

O que é Água Fluidificada

O que é Água Fluidificada

A água fluidificada é a água normal, acrescida de fluidos curadores. Em termos...

Obras básicas da Doutrina Espírita

Obras básicas da Doutrina Espírita

O Livro dos EspíritosDos cinco livros fundamentais que compõem a Codificaç&atil...

Tratamento Espiritual em uma Casa Espírita

Tratamento Espiritual em uma Casa Espírita

Tratamento espiritual: todo aquele em que foi diagnosticada uma influência espiritual (obsess&...

Doutrina Espírita ou Espiritismo?

Doutrina Espírita ou Espiritismo?

Doutrina Espírita ou Espiritismo É o conjunto de princípios e leis, revelados p...

Nossos Contatos

Email: diretoria@portodapaz.com.br

Telefone: +55 73 3288-4657

Website: www.portodapaz.com.br

CNPJ: 13.652.094/0001-25

Endereço: Rua Rafael Andrade Vinhas, 76 - Campinho - Porto Seguro - BA

Mapa de Localilzação